Pirenópolis

Pirenópolis

Pirenópolis, com arquitetura que remete a 1727, quando foi fundada como um pequeno arraial, preserva suas tradições e por isso é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional desde 1988. A principal fonte de renda da cidade é o turismo: histórico, folclórico, cultural e de aventura na natureza. Há ainda o artesanato pirenopolino, feito com prata e pedras naturais.

A Igreja do Nosso Senhor do Bonfim, construída entre 1750 e 1754; a Matriz de Nossa Senhora do Rosário, que data de 1728 e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, de 1750, com seu Museu de Arte Sacra, atraem muitos visitantes. O turista busca conhecer também a Fazenda Babilônia, Casa de Engenho do século XVIII erguida por escravos. O histórico Teatro Pirenópolis, na Praça da Matriz, de 1899, é bastante procurado.

Pirenópolis é cenário para Voo de Pirineus, em que o esportista faz a travessia entre dois pontos pendurado por uma corda, como uma tirolesa. As cachoeiras e paredões naturais também atraem pessoas que gostam de rapel e escalada.

O Parque Estadual Serra dos Pirineus oferece várias trilhas com paisagens incríveis. Motociclistas e jipeiros buscam as trilhas no Parque, em terrenos de areia, lama, pedras e travessia de rios. Valem o passeio ainda a Cachoeira do Abade, Santa Maria, e Lázaro, as Piscinas Naturais do Sonrisal e a Reserva Ecológica Vargem Grande. A Cidade de Pedra é uma joia e provavelmente o último dos espetaculares sítios de Pirenópolis ainda intocado.

Gastronomia

Os melhores restaurantes e a maior parte da vida noturna se concentram ao longo ou nas proximidades da Rua do Rosário. Alguns destaques da cidade são a Fazenda Babilônia, que resgata a culinária brasileira em um banquete com cerca de 40 pratos, e a Reserva Particular do Patrimônio Natural Vagafogo, pioneira no desenvolvimento de atividades de ecoturismo que ainda oferece um brunch com mais de 60 produtos, dos quais 90% são produzidos lá.

Cavalhadas

A representação das Cavalhadas de Pirenópolis é realizada desde 1820, sendo um dos pontos altos da Festa do Divino Espírito Santo. As Cavalhadas na cidade duram três dias. As batalhas começam no primeiro dia, no segundo tem a rendição dos mouros e o batizado deles, e o último dia das Cavalhadas é dedicada ao congraçamento, com reconciliação entre os cavaleiros.

Na programação da festa, novena, missas, alvoradas com a participação de bandas de música, tocatas, repique dos sinos anunciando os momentos solenes e quermesse. Tem ainda a apresentação da revista teatral “As Pastorinhas” e de grupos folclóricos, além de show pirotécnico às margens do Rio das Almas. Durante a festa, os fiéis participam também da adoração ao Santíssimo Sacramento.

Os mascarados são um espetáculo à parte. Cidadãos usando roupas coloridas e máscaras representando animais, como onça e boi, saem pelas ruas de Pirenópolis, brincando com o público, pedindo dinheiro, fazendo algazarra e alegrando a festa, com a irreverência que é parte da cultura dos mascarados.

A Festa do Divino Espírito Santo em Pirenópolis é rica em detalhes e conta com total envolvimento da população. Três folias percorrem as casas na cidade e na zona rural, levando mensagens de fé e convidando os moradores para a festança. A coroa, o cetro e a bandeira do mastro são símbolos da festa no município.

A festa em louvor ao Espírito Santo, com apresentação das Cavalhadas, é a maior manifestação popular de Pirenópolis, e mistura o sagrado com o profano. Depois da Missa do Divino, são distribuída as verônicas. O doce, tradicional na festa, tem origem na cultura portuguesa, é feito de puro açúcar e estampado com a pomba que simboliza o Divino Espírito Santo.

Festival Gastronômico e Cultural de Pirenópolis

Em 2018, Pirenópolis receberá a 13ª edição do Festival Gastronômico, considerado o mais charmoso e romântico do estado de Goiás e do Brasil. Com o passar dos anos, chefs de renome em todo o país e internacionalmente, com experiência em gastronomia regional e mundial, já passaram pela cidade durante a realização do evento e promoveram verdadeiros espetáculos nas aulas-show e oficinas.

O Festival Gastronômico e Cultural de Pirenópolis faz parte do Circuito Gastronômico Goiás organizado e apoiado pelo Governo do estado, por meio da Goiás Turismo. Momentos importantes deste Festival são as vivências em empreendimentos que têm sua base na agricultura familiar que são referenciais da gastronomia tradicional goiana, como a Fazenda Babilônia, o Santuário de Vida Silvestre Vagafogo e o Santuário Avalon. A ideia é que as coisas da vida simples, rural, se tornem produtos e roteiros permanentes para serem oferecidos aos turistas.

Além das aulas ministradas pelos chefs, o Festival abre espaço para uma feira gastronômica, destinada quase exclusivamente aos produtores locais: agricultores familiares, quitandeiras, doceiras e artesãos que não têm um espaço fixo para comercializar seus produtos ganham a oportunidade de mostrar seu trabalho. A feira é aberta ao público durante os dias em que o Festival Gastronômico é realizado.

Festa Literária de Pirenópolis (Flipiri)

2018 marca a 10ª edição da Festa Literária de Pirenópolis, a Flipiri. A ideia é estimular o hábito da leitura na população, difundir a literatura e transformar o estado de Goiás em uma região de leitores. A vasta programação inclui, em todas as edições, seminários, oficinas, contação de história, saraus, mesas de debate literário, música e teatro, entre outras atividades de promoção cultural.

Realizado em parceria com o Instituto Casa de Autores, o evento conquista a admiração e a fidelidade de todos aqueles que participam das atividades. Além dos moradores da cidade, a cada ano aumenta o número de visitantes saídos de Anápolis, Brasília e Goiânia, entre tantas outras cidades que compõem a diversidade de seu público.

O evento possui um lado social bastante importante chamado Flipiri Intinerante, com atividades com autores nas escolas, que atua levando livros da cidade ao campo, das prateleiras para as ruas, fazendo com a que a literatura chegue para todas as idades e classes sociais.

Canto da Primavera

Criado no ano 2000 pelo Governo de Goiás como mecanismo de valorização da criação musical, o Canto da Primavera firmou-se, ao longo dos anos, como evento de relevância artística para o Estado. Realizado pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), o Canto da Primavera abre espaço para artistas locais dividirem o palco com grandes nomes da música popular brasileira e oferece vasta programação paralela de formação artística e fomento à cultura.

Durante a realização do festival, Pirenópolis se torna uma espécie de ponto de irradiação de cultura, informação e arte musical, de forma intensa e alegre. Um dos momentos especiais do Canto da Primavera são as oficinas de música. Elas formam um enriquecedor entrelaçamento entre professores e instrumentistas, promovendo troca de informações e experiências na área de música.

Localização

Atrativos

    Parques e Unidades de Conservação:

  • Parque Estadual dos Pirineus
    Localizado entre os municípios de Pirenópolis, Cocalzinho de Goiás e Corumbá de Goiás, no Estado de Goiás
    Visitação: Todos os dias das 8h às 17h, em dias de horário normal; e das 9h às 20h, no Horário de Verão

  • Reserva Ecológica Vargem Grande
    Estrada Parque dos Pirineus, Km 9
    Visitação: Todos os dias das 9h às 17h (entrada permitida até às 16 horas)

  • Museu de Arte Sacra da Boa Morte
    Praça Marechal Castelo Branco, S/N
    Funcionamento: Terça a sábado, das 9h às 17h; domingo, das 9h às 13h
    Valor: R$ 4,00

  • Principais Atrativos Turísticos:

  • Cachoeira das Araras
    GO-338, saída Oeste, em direção ao aeroporto
    17 quilômetros de trilha com duas cachoeiras, 100 metros nível leve até a Cachoeira das Araras, 1.500 metros até cachoeira Paredão nível alto, e 1.800 metros até cachoeira Renascer nível moderado. Dois quilômetros são por estrada de terra
    Infraestrutura: Estacionamento, quiosques com churrasqueiras, banheiros, área para camping, restaurante e lanchonete nos finais de semana
    Entrada: R$ 25,00 por pessoa acima de 10 anos
    Visitação: Todos os dias das 9h às 17h

  • Cachoeira do Abade
    Estrada dos Pirineus, saída Leste
    Trilha de 15 quilômetros, sendo 12 deles de estrada de terra, com quatro cachoeiras, 400 metros para a Cachoeira do Abade ou 2,5 km a trilha completa
    Infraestrutura: Recepção, banheiros, lanchonete, restaurante de quinta a segunda e feriados, das 12h às 15h
    Entrada: R$ 30,00 por pessoa. Crianças até 5 anos não pagam, de 6 a 12 pagam meia e idosos a partir de 60 anos pagam meia
    Visitação: Todos os dias das 9h às 17h

  • Cachoeiras Bonsucesso
    Ponte velha, Bairro do Carmo, saída Norte
    Seis cachoeiras. Trilha de 1.500 metros do estacionamento até a última cachoeira, sendo que as quatro primeiras são de nível leve e as duas últimas de nível alto. Cinco quilômetros de terra
    Infraestrutura: Estacionamento, loja de doces e artesanatos, banheiros e restaurante por quilo aos sábados, domingos e feriados, lanchonete durante a semana
    Valores:
    Passeio a cavalo – 1 hora (1.800 metros) : 45,00 por pessoa
    Adulto: R$ 25,00
    Criança: Até 9 anos acompanhada dos pais não paga, em excursão paga metade
    Todos os dias das 9h às 17h

  • Cachoeiras dos Dragões – Mosteiro Zen Eisho – Ji
    GO-338, saída Oeste, em direção ao aeroporto. Circuito de 4,5 km passando por oito cachoeiras, nível moderado. A distância é de 45 quilômetros, sendo 15 quilômetros de terra, aconselhado carro de suspensão alta
    Infraestrutura: Estacionamento, banheiros e hospedagem com agendamento
    Valores: R$ 40,00 por pessoa. Crianças de até 8 anos não pagam, de 9 a 13 pagam meia. Pessoas acima 60 anos pagam meia
    Visitação: quarta a domingo, das 9h às 17h

  • Cachoeira Meia Lua
    Estrada dos Pirineus, saída Leste
    Trilha de 200 metros com escadaria, nível moderado. Distância de cinco quilômetros, sendo dois de terra
    Infraestrutura: Estacionamento, lanchonete e banheiros
    Valores: R$ 25,00 por pessoa. Criança até 10 anos não paga
    Visitação: Todos os dias das 9h às 17h

  • Cachoeira Nossa Senhora do Rosário
    GO-338
    Trilha de 300 metros até cachoeira principal com escadaria, nível moderado. Dois quilômetros de trilha do canyon com três cachoeiras, nível alto
    Distância de 35 quilômetros, sendo 10 quilômetros de terra
    Infraestrutura: Estacionamento, restaurante com almoço a R$ 45), redário, banheiros, piscina de pedra e área de camping
    Valores: R$ 45,00 por pessoa. Criança até 7 anos não paga. De 7 a 12 paga meia
    Visitação: Todos os dias das 9 às 17 horas

  • Cachoeira Paraíso
    GO-338, saída para o aeroporto
    A 100 metros do estacionamento e a 50 do restaurante. A segunda cachoeira, Cachoeira do Lobo, fica a dois quilômetros de trilha pelo Cerrado. A distância é de 30 quilômetros, sendo cinco deles por estrada de terra
    Infraestrutura: Restaurante aos sábados, domingos e feriados. Durante a semana servem porções. Banheiros, redário, parque infantil e camping com banheiro de água quente
    Valores: R$ 20,00 por pessoa
    Visitação: Todos os dias das 9h às 17h

  • Parque do Coqueiro
    Estrada dos Pirineus. A 20 quilômetros da cidade, sendo 17 deles por estrada de terra
    Infraestrutura: Estacionamento, banheiros, lanches (com agendamento), trilha calçada
    Valores: R$ 20,00 por pessoa
    Visitação: Todos os dias das 9 às 17hs

     Meios de hospedagem no Perímetro Urbano

  • Casa de Hóspede
    Rua Dário Mendonça, Qd 8, Lt 2, S/N, Jardim Taquaral
    wjnobremaia@gmail.com
    Telefone: (61) 9556-5046

  • Hostel Casamatta
    Rua Luiz Gonzaga Jaime, Qd 43, Alto do Bonfim
    Telefone:  (62) 3331-2483
    casamatahostel@gmail.com
    www.casamattahostel.com

  • Hostel Casamatta – Unidade Primavera
    Rua Humberto Mendonça, 99, Qd 7, Alto do Bonfim
    Telefone: (62) 3331-2483
    www.casamattahostel.com
    casamattahostel@gmail.com

  • Pousada Chácara da Dinda
    Praça Irmã Gabriela, 10, Centro
    www.chacaradadinda.com.br
    contato@chacaradadinda.com.br
    Telefone: (62) 3371-4327
    Serviços: Café da manhã, ar condicionado, wi-fi, piscina, bar, estacionamento privativo

  • Hostel Jardim Secreto
    Rua 3, Qd 12, Lt 11, Vila Matutina
    Telefone: (62) 3331-1804
    jardimsecretopiri@gmail.com

  • Hotel Rex
    Praça Emmanuel Jaime Lopes, S/N, Qd 6, Lt 3, Centro
    Telefone: (62) 3331-0000
    rex@hotmail.com

  • Pousada Al Castello Di Giulietta e Romeo
    Rua Cedro, Qd 2, Lt 32-34
    Telefone:  (62) 3331-2151
    www.pousadaalcastello.com.br
    pousada.alcastello@gmail.com

  • Pousada Aliany Lobo
    Rua Luiz Gonzaga Jayme, 48-A, Bairro do Bonfim
    Telefone: (62) 3331-3863
    comerciaarlan@hotmail.com

  • Meios de Hospedagem no Perímetro Rural

  • Pousada Villa do Comendador
    GO-431
    Telefone: (62) 3331-2424

  • Pousada Luna Zen
    Rodovia GO-225, Km 4, Lt 1, S/N, Zona Rural
    Telefone: (61) 98122-3336

  • Estalagem Alter Real
    Estrada Bom Sucesso, Km 3, Alto do Carmo
    Telefone: (62) 3331-1656

  • Pousada Cavaleiro dos Pireneus
    Estrada do Bonsucesso, Km 1,5
    Telefone: (62) 3331-1570

  • Restaurante Tempero do Rosário
    Av. Comendador Joaquim Alves, Centro
    Telefone: (62) 3331-2706

  • Restaurante Central
    Av. Comendador Joaquim Alves, Centro
    Telefone: (62) 3331-1625

  • Restaurante Dona Cida
    Rua do Carmo, nº 22, Bairro do Carmo
    Telefone: (62) 3331-2233

  • Restaurante Serra
    Rua dos Pirineus, nº 19, Centro
    Telefone: (62) 3331-1449

  • Empório do Cerrado
    Rua do Rosário, a Rua do Lazer
    Telefone:  (62) 3331-3874

  • Restaurante e Cachaçaria Seo Rosa
    Rua do Rosário, a Rua do Lazer
    Telefone: (62) 3331-2046

  • Maiale Empório e Restaurante
    Rua do Rosário, a Rua do Lazer
    Telefone: (62) 3331-1918

  • Trotamundus
    Rua do Rosário, a Rua do Lazer
    Telefone: (62) 3331-1838

  • Recanto das Massas
    Av. Prefeito Luís Gonzaga Jaime, nº 173, Alto do Bonfim
    Telefone: (62) 3331-1115

  • Sorvetes Naturais
    Rua Nova, nº 16, Centro
    Telefone: (62) 3331-1327

  • Sorveteria Colorê
    Rua do Bonfim, nº 16, Centro
    Telefone: (62) 99977-0344

  • O acesso à cidade de Pirenópolis é feito por três rodovias, uma estadual, a GO-338, e duas federais, a BR-070 e a BR-060.

    A cidade possui aeroporto, localizado no km 2 da GO- 338. A estrutura está homologado pelo Departamento de Aviação Civil (DAC).

  • Distância de Goiânia: 128 km
  • Distância de Brasília: 150 km

    Hospitais

  • Hospital São Pedro de Alcântara
    Rua do Couto Magalhães, 01
    Telefone: (62) 3371-1026

  • Farmácias

  • Drogaria Vila Boa
    Rua 15 de Novembro, 12-A, Centro
    Telefone: (62) 3371-2033

  • Droga Centro
    Av. Sebastião Fleury Curado, S/N, Centro
    Telefone: (62) 3371-1370

  • Drogaria Rio Vermelho
    Rua 15 de Novembro,  em frente ao Mercado Municipal
    Telefone: (62) 3371-1219

  • Drogaria do Joaquim
    Rua 15 de Novembro, em frente à Câmara Municipal
    Telefone: (62) 3372-1998

  • Corpo de Bombeiro – Delegacia 

  • 12º Batalhão do Corpo de Bombeiros
    GO-070, entrada da cidade
    Telefone: (62) 3371-7330
    Telefone de Emergência: 193

  • Delegacia da Polícia Civil
    Rua 7, Qd. 2, Jardim Vila Boa
    Telefone de Emergência: 190

  • Oficinas de bicicleta

  • Pódium Bicicletas
    Rua Damiana da Cunha, 121, Bairro João Francisco
    Telefone: (62) 3372-1300

  • Universo Bicicletas
    Rua 15 de Novembro, 5, Centro
    Fone:    (62) 3371-1330

    Para chegar na cidade de ônibus, a empresa Moreira realiza a linha de Goiânia à cidade de Goiás.

  • Woolog
    Telefone: (62) 3331-1691 / 99150-2688

  • Well Tur
    Telefone: (62) 99215-2152

  • Tilapatur
    Telefone: (62) 99218-0915 / 99119-0314

2018-05-08T10:36:51+00:00

Contact Info

12345 North Main Street

Telefone: 1.888.678.9876

Site: https://avada.theme-fusion.com